Intro
Bm A
Eu tava trBmiste, tris/tinho / Mais sem /graça Que a top-model maAgrela na passa/rela / / Eu tava sBmó, so/zinho / Mais soli/tário que um paulisAtano ( 1 - Que /um canastrão na hora qu/e cai o p/ano ) ( 2 - Que um vilão de filme mexicano )
Estrofe 2
Bm Tava mais /bobo que banda de /rock Que um pa/lhaço do circo VosAtok / / / Mas Bmontem eu rece/bi um tele/grama / Era voAcê de Araca/ju ou do Ala/bama / Dizendo: BmNêgo, sinta-/se fel/i______/z Porque no Emundo tem al/guém que Gdiz / Que muitF#11o te ama QGue tantF#11o te ama QGue muitF#11o, muito te ama QGue tantF#11o te ama
Segunda Parte
Por isso Bm11hoje eu acordei Com uma von/tade danada De mandar /flores ao delegado / De bater na porta do viA9zinho E desejar bom /dia De beijar o portu/guês da pada/ria Por isso Bm11hoje eu acordei Com uma von/tade danada De mandar /flores ao delegado / De bater na porta do viA9zinho E desejar bom /dia De beijar o portu/guês da pada/ria
Refrão
Bm11Mama, oh /mama, oh /mama / A9 Quero ser seu /Quero ser seu Quero /ser seu Quero ser seu /papa Bm11Mama, oh /mama, oh /mama / A9 Quero ser seu /Quero ser seu Quero /ser seu Quero ser seu /papa