Intro
D A7 D A7
Primeira Parte
Eu sDou a chuva que lA7ança A areia do SaDara Sobre os automA7óveis de RDoma A7 Eu sDou a sereia que dA7ança A destemida IDara Água A7e folha da AmazDônia D7 Eu sGou a sombra da vA7oz Da matriDarca da Roma Negra B7 Você não me pEmega VocA7ê nem chega a me vDer D7 Meu som te cGega Careta, quA7em é vocBmê? Que não sentEmiu O suingue de HenrA7i SalvadDor D7 Que não seguEmiu O Olodum balançA7ando o PelDô D7 E que não rEmiu Com a risada de A7Andy WarhDol D7 Que não, que nEmão E nem disse que nA7ão
Segunda Parte
Eu sDou o preto nA7orte-americano fDorte Com um brinco de A7ouro na orDelha A7 Eu sDou a flor da primA7eira música A mais vDelha e mais nova esA7pada E seu cDorte D7 Eu sGou o cheiro dos lA7ivros desesperDados Sou Gitá, GogB7oya Seu olho me Emolha Mas nA7ão me pode alcançDar D7 Não tenho escG7olha Careta, vA7ou descartBmar Quem não rezEmou A novena de DA7ona CanDô D7 Quem não seguEmiu O mendigo JoãozA7inho Beija-FlDor D7 Quem não amEmou A elegância sutA7il de BobDô D7 Quem não é recEmôncavo E nem pode ser rA7econvexDo
G D G D G D G D D A7 D A7 G D G D D A7 D A7
Eu sDou a chuva que lA7ança A areia do SaDara Sobre os automA7óveis de RDoma A7 Eu sDou a sereia que dA7ança A destemida IDara Água A7e folha da AmazDônia D7 Eu sGou a sombra da vA7oz Da matriDarca da Roma Negra B7 Você não me pEmega VocA7ê nem chega a me vDer D7 Meu som te cGega Careta, quA7em é vocBmê? Que não sentEmiu O suingue de HenrA7i SalvadDor D7 Que não seguEmiu O Olodum balançA7ando o PelDô D7 E que não rEmiu Com a risada de A7Andy WarhDol D7 Que não, que nEmão E nem disse que nA7ão
Segunda Parte
Eu sDou o preto nA7orte-americano fDorte Com um brinco de A7ouro na orDelha A7 Eu sDou a flor da primA7eira música A mais vDelha e mais nova esA7pada E seu cDorte D7 Eu sGou o cheiro dos lA7ivros desesperDados Sou Gitá, GogB7oya Seu olho me Emolha Mas nA7ão me pode alcançDar D7 Não tenho escG7olha Careta, vA7ou descartBmar Quem não rezEmou A novena de DA7ona CanDô D7 Quem não seguEmiu O mendigo JoãozA7inho Beija-FlDor D7 Quem não amEmou A elegância sutA7il de BobDô D7 Quem não é recEmôncavo E nem pode ser rA7econvexDo
Final
D G D